• Pousada Marília de Dirceu

Afinal… Quem é Marília de Dirceu?


Tomás Antônio Gonzaga, Marília de Dirceu
Tomás Antônio Gonzaga, autor de Marília de Dirceu

Muitos hóspedes nos perguntam “Quem é a Marília de Dirceu?”, se é uma das proprietárias, avó, bisavó… Mas Marília de Dirceu, é o título de uma obra do poeta luso-brasileiro Tomás Antônio Gonzaga. 

Marília de Dirceu é praticamente uma autobiografia, já que os versos fazem referência ao amor proibido de Maria Joaquina Dorotéia Seixas e do autor Tomás Antônio Gonzaga, que se representa como o Dirceu. Na época, ele com 40 e Marília com 17, o que fez o amor ser totalmente proibido pela família dela e inspirou a história. Eles se conheceram quando Tomás trabalhava como Ouvidor Geral em Ouro Preto/MG.

A história foi dividia e escrita em 3 partes, essas antes, durante e depois do envolvimento de Tomás com a Inconfidência Mineira, nos anos 1792, 1799 e 1812.


Tomás os descreve como pastores de ovelha. Na primeira parte, lançada em 1792, as características que marcam é a harmonia com a natureza e a expectativa por um casamento. Já nas outras duas, o tom de tristeza se faz presente e sempre se remetendo ao passado, isso porque, Tomás viveu um tempo preso, por causa da inconfidência Mineira, o que influenciou muito em sua escrita.

Marília de Dirceu é então, uma das obras mais importantes do movimento árcade no Brasil, que teve como principal característica o romantismo, bucolismo, pastoralismo, descrição e culto à natureza e simplicidade.


Então, em homenagem a grande obra de Tomás, a pousada recebeu o nome de Marília de Dirceu! 

105 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo