• Pousada Marília de Dirceu

21 de Abril - Dia da Inconfidência Mineira


Foto: @cesar_ciclofototurismo


Hoje, 21 de abril, é o dia da Inconfidência Mineira, ou Dia de Tiradentes, em homenagem ao herói nacional, Joaquim José da Silva Xavier, a data remete a sua morte, que foi executado em 21 de abril de 1792. Mas, quem foi Joaquim, mais conhecido como Tiradentes? Joaquim José, nascido na Capitania Mineira, entre muitas profissões que teve, uma delas era dentista amador, de onde veio o seu famoso apelido, Tiradentes. Porém, durante a carreira militar virou um dentista profissional e fazia parte da cavalaria Dragões Reais de Minas, sendo alferes. Como militar, lhe foi possível ter terras, posses e escravos, também esteve presente entre as principais lideranças políticas e intelectuais da Capitania de Minas. O que se deu a Inconfidência Mineira? A Coroa Portuguesa cobrava altos impostos ao Brasil, um repasse conhecido como “quinto”, onde 20% do que era extraído de ouro, era pago. Em 1760, com a escassez do ouro, o quinto já não era mais cumprido e a Corte autorizou que os governadores da Capitania de Minas cobrassem a “derrama”, onde, para compensar o que faltava para chegar aos 20%, podia ser cobrado em posses e quaisquer outros bens. Em 1788 e 1789, durante o governo do Visconde de Barbacena, Tiradentes, Padre Toleto e outros intelectuais organizaram uma conspiração contra o governo de Barbacena, o principal objetivo era se livrar da pressão econômica lusitana, e não formar um novo Estado, como se dizia. Essa articulação ficou conhecida como Inconfidência Mineira e Tiradentes foi considerado o mais ativo e rebelde entre os inconfidentes. Porém, um dos articuladores, delatou os outros com a intenção de que suas dívidas fossem perdoadas pela Coroa. Todos negaram a participação, para que não houvesse penas maiores, então foram exilados para a África. Somente Tiradentes assumiu a responsabilidade por todo o plano, ficando 3 anos preso e em 21 de abril de 1792, acabou sendo executado. Com o passar do tempo, após a Independência do Brasil, Tiradentes foi considerado um símbolo de luta pela liberdade do Brasil, e então, dia 21 de abril virou feriado nacional, em sua homenagem. Algumas reuniões dos inconfidentes aconteciam aqui em Tiradentes, principalmente na casa do Padre Toledo, onde hoje é um Museu que conta um pouco mais de toda a história. E o que muitos não sabem, é que, Tiradentes não foi morto aqui, e sim no Rio de Janeiro, no antigo Largo da Lampadosa, hoje Praça Tiradentes. E seu corpo também não foi enterrado por aqui, mas sim entre a estrada que liga o Rio de Janeiro a Minas Gerais, onde ninguém se sabe ao certo onde foi. O antigo “Arraial Velho de Santo Antônio” e ‘Vila de São José do Rio das Mortes”, passou a se chamar Tiradentes como forma de homenagem ao herói Tiradentes. Assim, a cidade de Tiradentes ficou conhecida como Berço da Liberdade.

20 visualizações

POUSADA MARÍLIA DE DIRCEU

Rua Agostinho José Cabral, 195 
Parque das Abelhas - Tiradentes 

Minas Gerais

CEP 36.325-000

  • logo tripadisor
  • Curta nossa página
  • Siga nosso perfil
  • Curta nossa página

RESERVAS

    (32) 3355-1962        (32) 98476-7718

reservas@pousadamariliadedirceu.com

© 2018 Pousada Marília de Dirceu Ltda - ME. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por AGWS.